DA ÁGUA PARA O VINHO

09
dez

João 2.21

Você já passou por aqueles dias em que o desânimo e a tristeza parecem querer
tomar conta de nós? A alegria e a paz cedem lugar à preocupação e à tristeza.
Olhamos para a vida e perguntamos: por que isto está acontecendo? Será que vale a
pena viver?
E nestes momentos que precisamos saber, sem sombra de dúvida, que podemos
clamar pelo poder miraculoso de Deus em nossas vidas e descobrir que o Senhor
Jesus pode realizar milagres. Mas como isto pode acontecer? Estes poucos versículos
de João 2 nos darão a resposta a esta profunda questão.
Estamos num casamento em Caná da Galiléia em que Jesus, sua mãe e seus
discípulos haviam sido convidados. Vamos ficar atentos, pois algo de muito especial
irá acontecer. O poder de Jesus irá se manifestar. Vamos dar uma olhada no que este
primeiro milagre realizado no ministério de Jesus significa para nós. Este milagre nos
ensina que…
1 – O VINHO PODE ACABAR
Pense em todas as coisas que poderiam sair errado em uma festa de casamento
hoje:Uma testemunha desmaiar, o órgão eletrônico não funcionar, o noivo esquecer os
anéis em casa, a luz acabar no meio da cerimônia, a noiva escorregar no altar…
Pois bem, ficar sem comida ou sem vinho em um casamento judaico era muito pior do
que qualquer dessas coisas.
A hospitalidade no antigo Oriente era uma tarefa sagrada. Falhar em ter providenciado
essas coisas resultaria numa tremenda humilhação para a família da noiva.
O casamento ficaria sendo comentado por vários anos. Seria uma tragédia. Maria
percebe a seriedade deste fato. Ouça suas palavras:-“Eles não têm vinho” (v.3). Para
o povo judeu o vinho simbolizava alegria. No casamento de Caná, a alegria havia
acabado!
Esta expressão da mãe de Jesus nos transmite muito mais do que simplesmente a
menção daquela bebida necessária ao casamento. Ela simboliza nossas vidas. E algo
aterrorizador quando não temos mais vinho. Isto pode representar a perda da nossa
alegria por diversas razões. Uma doença, um relacionamento fracassado ou
decepções com pessoas podem tirar a satisfação do viver.
É comum ocorrerem aqueles dias quando não temos vontade de levantar de manhã,
ou de ir à igreja, momentos em que nos perguntamos acerca do valor de nossa
existência. Às vezes simplesmente não vivemos, mas sobrevive- mos. Passamos de
um dia para o outro.
Assim, se o seu vinho acabou, se a sua alegria se foi, e é preciso que um milagre
aconteça, eu quero que você saiba o quanto é importante ter Jesus como um
convidado de honra na sua vida.

Será que ele é importante para você ou representa apenas um convidado de
casamento cuja presença você nunca levou a sério? Para você ele é apenas um
espectador ou é parte de tudo o que você faz?
Você e eu não temos recursos próprios dentro de nós mesmos para repor essa
alegria. Somente Jesus Cristo pode nos trazer vinho novo.
2 – JESUS PODE TRANSFORMAR A ÁGUA EM VINHO
Veja como Maria agiu. Ela disse: Aqui está o problema, Jesus. Observe primeiramente
que ela não disse a ele como resolvê-lo. Há uma poderosa verdade em cena aqui:
Não é preciso saber o que Jesus fará ou como ele agirá em nosso caso respondendo
à nossa oração, mas simplesmente confiar que ele irá responder de acordo com a sua
vontade.
Em seguida, Maria dá uma pequena instrução aos serventes: “Fazei tudo o que ele
vos disser”(v.5). E uma instrução clara o suficiente. Não façam perguntas, não pensem
duas vezes, apenas cumpram as ordens de meu filho. Novamente, temos uma
poderosa lição oculta aqui, Não devemos titubear diante de uma ordem do Senhor
Jesus.
Não devemos questioná-la ou somente aplicá-la quando julgarmos conveniente. E
preciso apenas obedecer. Assim como Maria preparou os serventes para ouvir a
Jesus, do mesmo modo, se esperamos um milagre, devemos estar prontos a ouvir
Jesus falar conosco e obedecê-lo prontamente. E assim, quando Jesus fala, nós
ouvimos. Quando ele nos instrui, nós agimos.
Jesus tomou as talhas de pedra que estavam cheias com água para lavar as mãos.
Quando o convidado chegava alguém derramava um pouco dessa água sobre as suas
mãos como um símbolo de purificação. Comer com mãos que não foram lavadas era
considerado impuro.
Jesus usou dessa água e fez mais de 600 litros de vinho. Que belo presente de
casamento. E interessante notar que a água naquelas jarras era apenas para limpeza
exterior. O ministério de Jesus pelos próximos três anos iria ensinar acerca da
purificação interior.
Em seguida, Jesus instrui os serventes a levarem uma amostra para o mestre de
cerimônia. O mestre prova o vinho, sem qualquer ideia de sua fonte, e fica espantado.
Era o melhor vinho que ele já havia tomado naquela festa. O milagre acontecera.
Jesus havia respondido às necessidades de uma família. Pessoas humildes, comuns,
com um problema comum do dia-a-dia. E ele o resolveu criando aquele vinho
extraordinário, evitando assim o aborrecimento e honrando as necessidades e a
dignidade da família.
Jesus transformou água em vinho. Hoje ele ainda transforma semblantes fechados em
sorrisos; choros de tristeza em canções de esperança; desertos em jardins; pecados
em graça; morte em vida. Basta que o busquemos, ouçamos a sua voz e o
obedeçamos. Ele pode transformar a sua vida.

3 – JESUS OFERECE VINHO NOVO EM ABUNDÂNCIA
Se olharmos para este primeiro milagre de Jesus veremos esta verdade. Jesus não é
apenas aquele que nos dá alegria, ele nos dá alegria em abundância.
Ele não apenas preencheu a necessidade imediata daquela família, mas ele o fez em
abundância. Ele não transformou a água em um vinho comum qualquer. Não, o vinho
que ele produziu era melhor do que aquele que eles haviam começado a celebração.
Jesus não deu um jeitinho para que a água tivesse gosto de vinho. Não, a água
daquelas jarras foi de fato transformada no mais saboroso vinho que aquelas pessoas
já haviam provado.
Jesus não irá apenas dar um jeitinho em nossas vidas, colocando um remendo em
nossas necessidades – não, ele quer nos transformar, do mesmo modo como ele
transformou aquela água. Ele quer nos dar uma nova natureza. Deus não apenas
preenche nossas necessidades, mas nos oferece graça sem medida.
Sempre haverá graça em abundância para atender nossas necessidades. Olhe para a
criação – você já esteve na praia e prestou atenção no oceano à sua frente? Há muito
mais beleza do que apenas aquela que os nossos olhos podem alcançar. Você já viu
um campo de flores silvestres?
Não há apenas o suficiente para encher um vaso de sua sala, mas há muito mais do
que isso. Esta é a figura da graça divina. Deus sempre dá mais do que você irá
precisar. Veja Efésios 3.20,21.
Assim, o vinho foi distribuído e todas as pessoas que estavam presentes se
regozijaram com a riqueza daquela transformação, maravilhadas porque o melhor
sempre era oferecido antes.
E importante observarmos que Jesus usa aquele inevitável desastre social que
ocorreria neste casamento como um meio de mostrar aos seus discípulos exatamente
quem ele era, o Filho de Deus capaz de realizar milagres em seu ministério, dos quais
este era apenas o primeiro.
O objetivo primordial desse milagre foi manifestar a sua glória (2.11), de modo a
despertar fé pessoal e confiança em Jesus como o Filho de Deus, santo e justo, que
veio salvar o seu povo do pecado (cf. Mt 1.21). Como resultado, seus discípulos
creram nele. E você, crê nele?
Aplicação
Jesus ainda continua transformando água em vinho. Ele quer que isto aconteça em
sua vida também. Ele procura por servos prontos a ouvir e obedecer. E preciso que
você ore e confie. Entregue a ele sua vida e observe o que ele fará. Deixe Jesus
transformar você na maravilhosa e extraordinária criação que ele sempre desejou que
você fosse.
Maria nos deixou um grande exemplo. Ela disse aos serventes que fizessem
exatamente o que Jesus ordenasse, pois ela sabia que eles veriam um milagre. Jesus
quer transformar você. Ouça a sua voz e faça tudo o que ele disser e algo maravilhoso
irá acontecer.O que poderia haver de especial em um simples lanche? Naturalmente
nada, mas nas mãos do Senhor Jesus algo tão comum se converte em preciosas
lições para a nossa vida. Fique atento, pois ele quer te ensinar também.
AUTOR: PAULO CÉSAR NUNES DOS SANTOS

Leave a Comment